Detection and locating, measuring equipment
Water leak detectors, cable and pipe locators

O captador de verificação da qualidade de isolamento DKI-117

O uso a ser dado

O Captador de Verificação da Qualidade de Isolamento (em seguida - CVI) durante funcionamento juntos com o receptor é predestinado para verificação da qualidade de isolamento dos revestimentos protetores dos gasodutos e dos oleodutos e para procura de desarranjo das linhas de cabos de força pelo método de diferença de potencial.

Visão geral

As particularidades

CVI representa dois electródios aguçados isolados um doutro, unidos sob ângulo na estrutura única, guarnecidos com pré-amplificador e com cabo com tomada.

Como isto funciona?

O revestimento de proteção dos cabos e o isolamento das tubagens metálicas são predestinados para exclusão de contacto de metal com terra. Com desarranjo de tal proteção o condutor isolado entra em contacto elétrico com a terra.

Com ligação de gerador de traçamento para comunicação e para «terra» a corrente elétrica alternada "escorre" para terra no lugar de desarranjo e volta ao gerador pelas várias vias, criando a tenção de passo na superfície da terra.

O captador de verificação da qualidade de isolamento DKI-117

A procura dos defeitos das comunicações pode realizar-se nas todas frequências quais mantem o receptor, bem como no regime activo, e no regime passivo.

CVI aprecia a diferença de potencial dos dois pontos na superfície da terra, qual forma-se durante passagem da corrente alternada pelo circuito: gerador – comunicação – lugar de desarranjo de isolamento – terra – espiga de ligação à terra – gerador. No lugar de desarranjo de isolamento a diferença de potencial vai ter o valor tao mais, qual maior é o desarranjo.

O método de procura dos defeitos de isolamento com uso de captador CVI

O método «МАХ»

Durante procura de lugar de desarranjo de isolamento por método «МАХ» um dos electródios de contacto de CVI deve dispor directamente sobre trajeto, e o segundo na direcção perpendicular do seu eixo.

O operador locomovendo-se ao longo do trajeto, periodicamente, com intervalo aproximadamente de 1 metro, imerge seguramente os electródios de contacto de CVI ao terreno.

O sinal intensifica-se suavemente durante aproximação ao lugar de desarranjo e alcança ao maximum, quando um dos electródios de contacto está sobre lugar de desarranjo, e a seguir suavemente enfraquece (des. 1).

«MAX» method

Des. 1

O método «МАХ» permite determinar a presença de desarranjo, entretanto possui de precisão de localização de lugar não alta. A causa é nisto, que a curva de mudança de nível do sinal tem o maximum suave.

O método «MIN»

Durante procura de lugar de desarranjo de isolamento por método «MIN» os electródios de contacto de CVI deve dispor directamente sobre comunicação, ao longo do seu eixo.

Durante uso do método «MIN» o sinal cresce suavemente durante aproximação ao lugar de desarranjo primeiramente, a seguir diminui bruscamente até qualquer valor mínimo, depois à medida de afastamento de lugar de desarranjo o sinal novamente cresce bruscamente e a seguir diminui suavemente. O lugar de desarranjo vai estar no meio entre os electródios, neste momento, quando o sinal alcançou ao valor mínimo (des. 2).

«MIN» method

Des. 2

Para trabalho com CVI precisa-se um operador, e CVI assegura a sensibilidade mais alta e a precisão de localização de lugar de desarranjo em comparação com captador-detector dos defeitos das comunicações.

Especificações

O parâmetro O valor
A sensibilidade nas várias posições de interruptor, V
«0»
«I»
«II»

0,3…14
3…1400
30…1400
O diapasão de frequência de sensabilidade, Hz 40...10000
A voltagem alternada de entrada máxima admissível, V 400
A base (a distância entre os electródios na posição de funcionamento), não mais que, mm
- no ângulo 30°
- no ângulo 60°

550 
880
O comprimento das barras, não mais que, mm
na posição de funcionamento
na posição de transporte

870
490
O peso, não mais que, kg 0,8